Marina Papani Psicóloga

Como posso te ajudar

Meu trabalho é pautado em modelos de intervenção aprovados pela Associação de Psicologia Americana. Com novos atendimentos, crio um plano de intervenção com meu cliente ou casal para que possamos encontrar os melhores caminhos possíveis para uma vida mais valorosa, com relações saudáveis e significativas.

Relacionamentos

Relacionamentos podem ser desafiadores, já que envolve duas pessoas diferentes, que tiveram educações e histórias de vida diferentes. E em alguns momentos como o nascimento dos filhos, carreira e com o próprio tempo de relação, o casal pode precisar de um auxilio para lidar com tais momentos de forma mais assertiva e saudável. A terapia individual ou de casal pode ajudar uma das partes ou os dois, dependendo da modalidade escolhida (terapia individual ou de casal) a enfrentar tais desafios.

Infidelidade

O termo infidelidade pode ter um amplo significado para quem o vivencia, assim como consequências emocionais dolorosas para ambas as partes. Em terapia buscamos olhar para a infidelidade de acordo com a personalidade de cada casal, e como pode ter afetado não só a relação como casal, como a individualidade de cada um, proporcionando um espaço de diálogo e acolhimento diante das emoções desencadeadas, buscando alternativas saudáveis para lidar da melhor forma possível.

Insegurança

Insegurança envolve um sentimento de desamparo. Pode aparecer dentro de uma relação, através do ciúmes e de constantes perguntas sobre o que o parceiro(a) sente. Ou até mesmo antes de iniciar um relacionamento, como um medo de se decepcionar, e com altas exigências para tentar evitar a decepção. Em ambas as situações a insegurança traz prejuízos para quem sente e a terapia pode ajudar na construção de uma autoconfiança e consequentemente em relações mais saudáveis. 

Divórcio/separação

Um momento delicado para todo casal é quando percebem que talvez o melhor seja seguirem caminhos diferentes. Mas há um processo entre notar isso e conseguir lidar com os sentimentos provenientes dessa decisão, até a sua concretização. Na terapia trabalhamos com 4 etapas essenciais para que na medida do possível as partes que compõe a relação possam ficar bem, seja o próprio casal ou outras pessoas que fazem parte dessa relação, como filhos, familiares e amigos. 

Perguntas frequentes

Juntos. Os dois precisam estar presente para identificarem juntos não só as reais dificuldades do casal, como caminhos possíveis para uma relação mais saudável. O esforço precisa vir das duas partes.

Não tem um tempo certo, cada caso e cada casal tem sua individualidade, o que pode interferir no tempo de terapia. Mas trabalho com uma abordagem de terapia breve e focada e em resolver conflitos. 

A terapia irá ocorrer de forma semanal, com duração de 50 minutos cada sessão. Nas primeiras sessões iremos abordar o que levou o casal a terapia e possíveis planos de intervenção de acordo com a dificuldade apresentada pelo casal. 

Nesse caso recomendo a terapia de 2ª opção, em que a parte que quer fazer terapia, faz a terapia individual e ressignifica ela o relacionamento e como se sente nele. Sendo possível notar a diferença na relação, através da mudança de uma das partes. 

A terapia é um espaço de autoconhecimento e de acolhimento para os momentos mais difíceis da vida. Pode ser iniciada quando você notar que a ansiedade e a tristeza constante estão prejudicando a sua rotina. Quando perceber que não há mais diálogo na sua relação, há muitas brigas, pouca satisfação sexual e baixo nível de bem estar. Ou ainda quando quiser melhorar aquilo que já se encontra bom. Enfim a terapia pode ser iniciada como algo preventivo ou para o tratamento de algo que já fugiu do seu controle.